As delícias {e as lutas} de ser uma cristã solteira neste mundo

04 fevereiro 2013

O que Abraão mais queria finalmente aconteceu. A alma dele estava realizada. Isaque crescia e junto a alegria no coração de seu pai. Até que um dia Deus resolveu por à prova Abraão:


"E aconteceu depois destas coisas, que provou Deus a Abraão, e disse-lhe: Abraão! E ele disse: Eis-me aqui.

E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi." 

Gênesis 22:1-2


É difícil tentar imaginar o que deve ter passado na cabeça de Abraão depois que ouviu Deus pedindo aquilo que ele tanto amava e que esperou tanto para ver acontecer, mas a Bíblia não relata nenhum momento de dúvida ou titubeação da parte dele. Pelo contrário, ele foi ágil em fazer o que Deus havia pedido e cria que se Ele pediu, Ele sabia o que estava fazendo. Para Abraão não estaria sacrificando e sim adorando. Acredito que imediatamente ao ouvir o pedido de Deus Abraão entendeu como sendo uma prova de amor, uma adoração que faria pra Ele.



"E disse Abraão a seus moços: Ficai-vos aqui com o jumento, e eu e o moço iremos até ali; e havendo adorado, tornaremos a vós." Gênesis 22:5-6


Quando paramos pra meditar neste exato momento da vida deste homem percebemos o nível mais alto de uma intimidade com Deus: a confiança plena do seu poder para fazer o impossível. Abraão sabia que se na velhice tinha tido um filho de sua mulher já avançada em idade e estéril quanto mais Deus poderia fazer ressuscitar Isaque dentre os mortos.

Com aquela atitude Abraão foi aprovado no que parecia a última prova. 


"Mas o anjo do SENHOR lhe bradou desde os céus, e disse: Abraão, Abraão! E ele disse: Eis-me aqui.

Então disse: Não estendas a tua mão sobre o moço, e não lhe faças nada; porquanto agora sei que temes a Deus, e não me negaste o teu filho, o teu único filho." 

Gênesis 22:11-12

Nós não teremos realizado nenhum sonho o qual não sejamos capazes de sacrifica-lo para Deus. E ainda que consigamos, se não estivermos dispostas a sacrifica-lo pra Deus, o perderemos.

Queremos ser honradas sentimentalmente não é mesmo ?! Então temos que estar dispostas a sacrificar o nosso eu, nossos sentimentos em prol das promessas. Às vezes estamos vivendo um sentimento que para nós parece seguro e Deus nos pede para sacrificarmos. Na mesma hora vem aquela sensação de que não temos opção, de que aquilo é que é o bom pra gente. Mas se Deus está pedindo, será que não é porque Ele quer ver onde está nosso coração ou porque tem algo melhor para gente ?

Deus sempre nos colocará à prova, Ele sempre vai querer saber onde está o nosso coração. É nas nossas decisões e renúncias que mostraremos quem é o dono do pedaço. Espero que todas as vezes que eu e você fomos provadas neste sentido, no final venhamos ouvir de nosso Pai "De fato, você me ama".

Com amor e fé em Cristo,

Núbia Onara
Isso :

0 Deixe aqui seu comentário:

Postar um comentário

Pesquise no blog