As delícias {e as lutas} de ser uma cristã solteira neste mundo

28 novembro 2012


Com certeza 4 em cada 5 solteiras cristãs sofrem algum tipo de pressão familiar por conta do seu estado civil. Essa estatística não foi publicada em nenhuma revista renomada de comportamento social ou algo do tipo, mas a minha cabeça, ao analisar tantos casos que chegam ao meu conhecimento e os que eu vejo, me faz chegar a esta conclusão. E eu estou nas estatísticas (toca aqui parceira o/ heheheh).


Essa pressão não é um luxo só de mulheres que estão se aproximando ou já estão na casa dos 30 anos ou mais. Mulheres de todas as idades sofrem com isso e o denominador comum não é a IDADE é a FÉ EM CRISTO. Vou explicar o porquê .

Existem muitas jovens de 18 ou acima dos 20 anos que nunca namoraram ou se namoravam , decidiram sossegar seus corações em prol da vontade de Deus que é delas terem um relacionamento saudável e no tempo certo também sofrem pressão de familiares. Comentários do tipo: "você tem que namorar", "sair e se divertir","paquerar", "aproveitar bem sua juventude antes de se amarrar à alguém" também são ouvidas por elas.

Quando nos aproximamos dos 30 anos aí o desespero familiar toma conta. Uma interrogação paira na cabeça deles "Por que será que ela ainda não tem ninguém ... ?"

Eu, ao longo da minha vasta experiência (hahahahah) classifico as pressões feitas por familiares em dois tipos:

  • DECLARADAS
  • SUTIS

As pressões DECLARADAS são feitas sem nenhuma cerimonia, em qualquer lugar e de preferência naqueles dias em que, o que menos você quer é ser pressionada por causa da sua vida sentimental. Geralmente são feitas em reuniões familiares (pense pelo lado positivo, você se torna a alegria da reunião, porque todos começam a fazer piadinhas e você com aquele sorrisinho amarelo na cara ...). Às vezes o familiar te reencontra, mal te cumprimentou e já larga um comentário daqueles. Frases clássicas como "vai ficar pra titia", "tá encalhada", "você fica botando banca vai acabar só", "vai casar quando ? Tá esperando o quê" ... Eu já ouvi um parente insinuar que eu era lésbica, só porque nunca tinha me visto com homem nenhum (é mole ??!!).

Para este tipo de pressão o melhor é abstrair¹ ! É um exercício mental de paciência (por isso a importância do nosso encontro com Deus, PACIÊNCIA e MANSIDÃO são frutos do Espírito Santo. Sem Ele como você vai suportar ?). Vigie pra não ser grosseira. Sua língua vai "coçar" pra dar uma resposta bem desaforada, mas será que vale à pena ? Você serve a Deus e Ele vê toda essa afronta, fique tranquila. É Ele quem julga a nossa causa (ainda bem Senhor !!!)

Mas a pressão que eu considero mais nociva, são àquelas SUTIS. Elas tem um poder devastador de te fazer pensar com o coração. É como a serpente no Jardim do Éden. Ela chega sorrateira e envolve com uma conversa aparentemente coerente e quando você se dá conta está pensando totalmente contrário às convicções que Deus ensina.

Mas essa eu conto no próximo post ...


Com amor e fé em Cristo,
Núbia Onara

ABSTRAIR¹ = Fazer abstração, separar. Isolar-se mentalmente do meio onde se está, para refletir. Alhear-se.
Isso :
by Núbia Onara 11:11 1 comment

Um comentário:

  1. Existem muitas cobranças. É interessante que quando a pessoa arranja um namorado ninguém mais pergunta, nem solta piada; nem aqueles que sabem que estão de namorado...

    o que o inimigo quer é que a pessoa se desespere e se envolva com a pessoa errada.

    Quem espera em Deus jamais é desamparado. Melhor é seguir a voz de Deus do que a voz do coração.

    ResponderExcluir

Pesquise no blog