As delícias {e as lutas} de ser uma cristã solteira neste mundo

08 julho 2010


Eu demorei em ter uma experiência pessoal com Deus, mas Ele me deu alguém que me ensinaria diariamente como amar. Alguém que me ensinou sobre Seus mandamentos. Que me mostrou a cada hora do dia o que é ser uma mulher sábia. E esse alguém é a minha mãe (mainha !!!)

Não há mulher que eu admire mais que a ela (e talvez ela não tenha idéia disso) e depois que conheci a Deus essa adimiração só aumenta, porque eu pude compreender todo sacrifício que ela tem feito ao longo desses anos.

Ela não só me ensinava como confiava em mim, eu era a sua mais velha. Ela me repreendeu inúmeras vezes e como doía, mas eu sabia que era por me amar que ela agia assim.

Ela foi meu primeiro referencial de moda (não via a hora de crescer pra usar as coisas dela). Intercedia por mim com meu pai quando eu queria muito algo que meu pai já tinha me dito que não. Foi ela quem me ensinou que aquelas línguas estranhas é dom do Espírito Santo e não o pastor falando Latim como eu pensava rsrsrsr

Ela me falava e me mostrava tanto sobre a mulher sábia que quando aprendi a ter uma vida com Deus o que mais pedia em minhas orações era sabedoria.
Me ensinou a costurar, cozinhar, respeitar, cuidar, e até a fazer serviços de pedreiro, pensem !

Tudo o que ela ensinava ela dizia : você tem que aprender pra não depender de ninguém, vai que um dia eu mais seu pai faltem ... Nunca gostou que eu ficasse pedindo aos outros para fazer o que ela sabia que eu podia fazer (mesmo que eu não soubesse naquele momento).

Mesmo tendo parado os estudos na 4ª série, nunca fui sem as tarefas feitas para a escola porque ela me ensinava todas. Assuntos que dia desses ela me confessou que ficava sem saber como ensinar, porque nem ela tinha aprendido. No colegial ficava comigo até de madrugada fazendo cartazes para a presentação de trabalhos. Só foi terminar os estudos e concluiu o 2º grau quando eu estava na faculdade (Ela já tinha chegado aos 50 anos!).

Sempre que me via chorando dizia "o choro dura uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer".

Lembro de uma vez que passei mal. Tive uma infecção alimentar séria e ela me acompanhou a emergência. Quando eu cheguei lá de repente eu desmaiei e custei a acordar. Quando abri os olhos eu estava em uma maca, tomando soro e do meu lado ela olhava aliviada com a lágrima escorrendo ainda. Depois de um tempo ela me contou o quanto teve medo de me perder ali.

Me incentivou quando eu quis entrar na faculdade. Às vezes comento algo e imediatamente ela providencia pra mim. E não só pra mim, mas para toda a família ela é assim. Quem me conhece diz que eu tenho um jeito de mãezona, mas foi ela quem me ensinou.

Ela batia sempre na mesma tecla : "não se paga mal com mal". E é assim que ela age.
Criou três filhas, sem empregada, sem parentes na cidade em que morava. Meu pai trabalhava durante o dia e ela sozinha dava conta de tudo, era impressionante.

Levava as três filhas pra todo canto. Tinha sempre concentração da Igreja em um grande estádio de futebol aqui em Salvador e ela acordava cedo, arrumava as três e íamos. Domingo de manhã todas na Igreja (exceto meu pai, ele ainda não é convertido, ainda) ah, e um detalhe, roupa nova o primeiro lugar que tinha que ser usada era na reunião de domingo pela manhã (até hoje sou assim).

Eu a via praticando em casa o que aprendia na Igreja.

Ela me ensinou o caminho em que eu devia andar e quando eu cresci eu não me perdi.

Essa foi a primeira jóia que Deus me deu.

Continuarei contando sobre as minhas outras preciosidades.

Em Cristo,

Núbia Onara
Isso :
by Núbia Onara 01:19 4 comments | in , , , , ,

4 comentários:

  1. Realmente mãe é um grande presente de Deus para nós filhos.
    Infelizmente muitos não a sabem honrar, mas com certeza todos os filhos por mais rebeldes que sejam sabem do valor imensuravel que elas possuem.
    Minha mãe é a minha melhor amiga, foi graças a ela que eu também conheci esse Deus maravilhoso, nunca passou a mão na minha cabeça, mas hoje eu agradeço pelas vezes que ela olhou firme em meus olhos e disse: "Ou você se converte ou vai para o inferno, e não vou poder fazer nada por você". Nossa! Minha mãe sempre pôde fazer alguma coisa por mim, e agora mim espantei em ouvi-lá dizer que nada poderia fazer.
    Eu a amo muito e até brinco com ela dizendo: Sabe qual é a primeira coisa que vou colocar na mala quando eu casar? A senhora! Ela rir e diz: Tá falando isso agora, e quem disse que eu vou querer ir com você. Chega!

    Núbia nós somos privilegiadas em ter uma mãe nascida de Deus e que tem tido D'Ele a sabedoria para edificar o nosso lar.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. QUE LINDO MINHA AMIGA,É LINDO VÊR A ADMIRAÇÃO E O RESPEITO QUE VC TEM POR SUA MÃE E PELAS VEZES QUE TIVE A OPORTUNIDADE DE ESTAR COM ELA ,PUDE PERCEBER QUE É TUDO ISSO E MUITO MAIS.
    UM BEIJOOOOO!!!E PARABÉNS PELA JÓIA DE FAMÍLIA!RSRS

    ResponderExcluir
  3. Essa sim é a nossa verdadeira amiga. O pai também. Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Conselhos sábios = dona Nilza. Mulher de Deus!

    ResponderExcluir

Pesquise no blog