As delícias {e as lutas} de ser uma cristã solteira neste mundo

12 junho 2010


Dia 12 de junho pra mim já foi um drama. Tudo ia muito bem, mas quando entrávamos em junho o clima mudava. Desde muito novinha eu achava que esse era o dia mais romântico que existia. Sempre supervalorizei essa data do calendário.

Fazendo um cronograma desse dia na minha vida acho que ficaria assim. Na minha adolescência (dos 13 até os 17) eu só suspirava. Mesmo sabendo que eu não estava liberada (e nem apta) pra namorar pelos meus pais. Aos 17 anos vivi uma fase meio rebelde em que cheguei a ter um namorico que terminou 2 meses antes do dia 12.

Aqui em Salvador tem uma loja que sempre foi sinônimo de coisas lindas, principalmente 5 anos atrás porque era quase exclusiva, e eu sempre ficava babando pelos presentes fofos que tinha nessa loja principalmente para casais. Tanto é que nos shoppings onde elas estão situadas a vitrine desse dia é uma das mais aguardadas. Pois bem com 18 anos meu primeiro emprego de carteira assinada foi nessa loja. Eu era a vendedora mais tabaroa, porque eu ficava horas admirando os produtos e eu acho que foi o período que mais senti esse dia...

Eram tantos casais!!! Depois que passava o dia das mães praticamente todas as vendas eram voltadas para o dia 12. E pra completar as outras vendedoras e a gerente sempre me indicavam pra ajudar casais indecisos a montar presentes fabulosos (e isso também me era pedido pelas minhas amigas, irmã ...). Eu tinha tanta vontade de ter um namorado pra poder presentea-lo nesse dia que já que eu não tinha eu montava os presentes e criava mensagens como se fosse para o meu namorado. E com isso às vezes só pra eu atender se formava uma fila porque enquanto eu atendia algum namorado indeciso um outro ficava ouvindo as dicas e gostava daí já ficava esperando terminar pra ajuda-lo também, ao passo que chegava um outro que eu tinha ajudado no dia dos namorados passado dizendo que a namorada amou aquele presente e que estava ali pra eu ajuda-lo de novo. As namoradas também era uma festa. Vinham um grupo de amigas e quando eu me juntava já viu.

Me lembro que nessa época eu tinha um desejo de consumo: o relógio da swatch. Sempre achei relógio um dos presentes perfeitos porque você usa sempre. No dia dos namorados chegou um rapaz super bacana. Ele é um daqueles clientes que sabem o que quer. Então ele entrou na loja, escolheu uma caixa cuja estampa não estava na vitrine (ou seja, diferente da maioria) escolheu um jacaré de pelúcia e pediu pra arruma-lo dentro daquela caixa de uma forma que a boca do bichinho ficasse voltada pra cima. Quando eu terminei ele abriu uma sacola que trazia de outra loja e tirou um relógio lindoooooooooooo da swatch e colocou dentro da boca do jacaré !!! Me lembro que ele falou assim "ela queria tanto esse relógio que vai ter que se arriscar tirando da boca do jacaré , e riu". Depois, modestamente me perguntou, "será que ela vai gostar ?" Você ainda tem dúvidas ?!!! Foi um dos presentes mais lindos que eu fiz nos 6 anos que trabalhei lá.


Mesmo me divertindo tanto e compartilhando de histórias de amor tão bacanas eu saia de lá arrasada, tarde da noite e sozinha. Vocês devem estar pensando "tadinha, agora eu entendo porque ela criou esse blog ..." É naquele tempo eu me angustiava muito, mas hoje esse dia rende gargalhadas pra mim. Às vezes eu só me dou conta dele quando minha irmã me pede uma sugestão do que comprar para o marido, aí eu me lembro "ah por causa do dia dos namorados né".

Nada na nossa vida deve ser motivo de angústia, dor ou sofrimento. Você não deve permitir que o desejo de uma vida sentimental abençoada seja um fardo pra você. Hoje não é um dia de ficar sofrendo em casa ou em qualquer outro lugar. Você está viva, recebeu a maior declaração de amor a mais de 2010 anos atrás, hoje pela manhã Deus te deu de presente misericórdias renovadas por parte Dele e você aí com esse olhar quebrado de tristeza.

O que o Espírito Santo está te convidando a fazer hoje ? Aproveite. Porque o grande amor da Sua vida você já tem e o seu outro grande amor Ele já tem preparado.

Em Cristo,

Núbia Onara


Isso :
by Núbia Onara 23:19 6 comments | in

6 comentários:

  1. É verdade!Por muito tempo para mim esta data foi o dia mais infeliz da minha vida,antes é claro de conhecer o meu Verdadeiro Amor!
    Tá ligaaado!
    Beijinhuuus na fé!

    ResponderExcluir
  2. Antes de conhecer o Senhor Jesus, esse dia era maos triste, depois do dia do meu aniversário e o final de ano. Depois, que conheci o Senhor Jesus, esse período passou a não me incomodar tanto, mas eu ainda precisava fazer algo que somente eu poderia fazer: sacrifício. Já tinha feito pelo meu novo nascimento, não pensava mais em vida sentimental.Mas quando eu deixei Ele escolher, encontrei 4 meses depois de entregar o sacrifício. E agora ja fazem 2 anos que estamos namorando. Aprendi que quando deixamos Deus escolher, vem muito mais rápido. Muitas escolhem a cor, o tipo físico, enfim, eu não, deixei Deus escolher tudo. é com lutas, mas com vitórias. Permaneça na fé e deixe Ele escolher para você.

    ResponderExcluir
  3. Quando encontramos o amado da nossa alma, nada nem ninguém é capaz de despertar dentro do nosso coração sentimentos como: tristeza, angustia, amargura...muito menos uma data como o dia 12 de junho.
    A pessoa precisa priorizar esse encontro, pois o nosso encontro com o amado da nossa vida é consequência do encontro com o amado da nossa alma.

    Na fé por um sonho: Paully Santos

    ResponderExcluir
  4. Seu blog é benção diaria para minha vida ... estar "sozinha" sempre foi dificil pra mim, mais aqui eu sempre vejo o outro lado da moeda ..
    Que Deus abençoe mto sua vida e que vc continue sempre assim .. cuidando das suas irmãs em Cristo!
    Grande beijo
    Juliana

    ResponderExcluir
  5. Querida seu blog é uma bênção!!!!!
    Vou até colocar no cantinho dos meu preferidos no meu blog...
    =)
    Que Deus a abençoe cada vez mais!!!

    ResponderExcluir
  6. Nossa que benção o seu blog, eu estava me sentindo exatamente assim, mas Deus está renovando minhas forças. Que Deus a abençoe infinitamente!

    ResponderExcluir

Pesquise no blog