As delícias {e as lutas} de ser uma cristã solteira neste mundo

25 fevereiro 2010

Ah gente, hoje é um dia muito especial. Alías, Fevereiro é um mês repleto de dias especiais porque neles, pessoas que eu amo, comemoram sua chegada a esse mundo.

Hoje duas delas estão fazendo isso.

Meu painho e minha amiga diva Marluce.

Há 57 anos veio a este mundo aquele que 29 anos depois Deus escolheria para ser meu pai, seu Orlando, ou Landinho como a família de origem chama.



Homem dedicado ao trabalho, que fala pouco de si. Engraçado que ele se revela em doses homeopáticas. Vez ou outra ele conta algo da juventude, nos mostra foto ... e eu fico imaginando a vida dele como foi no início. De família pobre, que cultivava cítricos (laranja, lima e limão) e tabaco no interior da Bahia. Venho pra capital ainda jovem trabalhar na construção civil. Morou em alojamentos até passar a morar só. Conheceu a minha mãe, que jogou duro kkkkkkkkkkk. Dia desses nós estávamos no Campo Grande (vocês já devem ter ouvido falar, lugar do circuito de carnaval aqui em salvador) e ele me mostrou o prédio onde minha mãe trabalhava e ele ficava embaixo olhando pra cima esperando ela aparecer na janela quem sabe ... Minha mãe nos conta que ele era tão ansioso pra demonstrar seus sentimentos que tinha dias de deixar SEIS cartões de amor na portaria do prédio onde ela morava (exagerado...). E você olha e nem diz ...



Reservado, brincalhão, sensível (chora com uma facilidade ... pior que eu, aliás puxei a ele) e de gestos muito doces.

Apesar de todas as lutas (luto pela sua conversão) e defeitos, vejo que vim parar na melhor família e com os melhores pais.


Agora minha amiga diva de fé Marluce.


Eu a amo !

Fui ausente em momentos cruciais da vida dela (e como me arrependo por isso).

Eu desejei ser amiga dela. Sempre a achei muito séria, tinha acabado de entrar no grupo de candidatos a Obreiro. Por ela mal falar comigo cismei que ela não ia com a minha cara. Até que um dia estava eu sentadinha assistindo ao culto e ela passou pelo corredor e sorriu pra mim. Fiquei radiante. Dali em diante foi o início de uma aproximação que evoluiu para uma amizade preciosa em minha vida. Ela foi meu exemplo na Escolinha Bíblica Infantil com todo o carisma, amor e espiritualidade que cuidava das crianças (eu olhava ela dando aula e dizia pra mim mesma "quero ser que nem ela"). Eu sou 7 anos mais velha que ela, mas a menina tem uma cabeça que misericórdia ! No nosso grupo de amizades ela é a mais nova e com ela eu busquei mais conselhos vocês acreditam. Mulher de Deus e com uma voz maravilhosa. Amo ouvi-la cantar. Esse na foto com ela é Guilherme (Gui), o primeiro herdeiro da trupe das Divas.

Meus amores, parabéns e que Papai do Céu cumpra Seus propósitos na vida de cada um.
Isso :
by Núbia Onara 05:01 No comments | in ,

0 Deixe aqui seu comentário:

Postar um comentário

Pesquise no blog