As delícias {e as lutas} de ser uma cristã solteira neste mundo

10 maio 2014



A primeira vez que soube da história desse adolescente de 17 anos foi assistindo a um documentário na Discovery. O nome dele é Kaleb LandgaleA medida que ele relatava o drama que viveu ao lutar contra um jacaré, eu me vi chorando angustiadamente em frente a TV. Esse fato aconteceu na Flórida, lugar onde jacaré é o que mais tem (aff).

Não foi apenas o fato dele ter perdido o braço. Foi o fato dele ter tido que escolher entre o braço ou a vida e como ele resolveu esse impasse.
Imagine você nadando num rio quando de repente é atacado por um desses bichos. Você deve saber como esses repteis matam, mas se não sabe eu vou te contar agora. Eles são predadores de emboscada e preferem atacar na água (seu habitat). Quando morde uma presa arrasta para o mais fundo possível fazendo com que morra afogada .

Agora que você sabe como eles matam, voltemos a cena. Você tenta escapar mas ele crava os dentes em seu braço e te puxa para o fundo. Sabendo que ali morreria afogado antes de ser devorado, você tem que pensar e decidir mais rápido que a velocidade da luz. Imaginou? Agora vou te contar o que Kaleb decidiu. Já que o braço estava preso na boca do jacaré, ele apoiou os pés sobre a cabeça do bicho e impulsionou o corpo com toda a força que ainda tinha pra cima afim de que seu braço desprendesse... (me falta o ar só de relatar) sentiu o drama.

Ele decidiu pela vida. O braço naquele momento poderia ser seu passaporte para a morte. Ele deixou-o para trás e conseguiu emergir e nadar até a margem.

Mas Núbia, pra que você está contando tudo isso? 

Enquanto eu ouvia o relato desse adolescente eu só conseguia lembrar de uma coisa:

"Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida coxo, ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno." Mateus 18.8

Em outro post (este aqui) eu já comentei que a ideia de Jesus não era disseminar a pratica da automutilação (como muitas religiões praticam por aí). Mas Ele queria nos chamar a atenção como a vida eterna é mais importante do que qualquer outra coisa. Um membro, como lemos nos versículos acima, podem ser comparados a coisas que consideramos extremamente importantes e nem cogitamos a hipótese de perde-los, mas que podem está nos arrastando para o fundo até perdemos a nossa salvação. O conselho de Cristo: abra mão, perca. Vá para o céu sem isso do que para o inferno com isso.

Essa passagem nos conduz a uma reflexão profunda sobre todas as áreas da nossa vida, mas como o blog trata da solteirice cristã, o foco acaba caindo sobre vida sentimental. Então pense: o que na sua vida sentimental parece tão essencial, mas que tá te afundando na fé a cada dia? Um sentimento? Um relacionamento totalmente fora dos padrões de Deus? Uma ansiedade? Um trauma? Uma mágoa?

Mesmo que vá doer profundamente você abriria mão pela sua salvação?

Esse adolescente abriu mão de um braço em prol da sua vida aqui na terra. Quanto vale a vida além dessa vida?

No link abaixo você poderá assistir ao depoimento dele. Não é o programa que eu assisti que foi terrivelmente forte, pois fizeram uma reconstituição da cena, mas dá pra você ter uma noção do sacrifício desse rapaz.


Com amor e fé em Cristo,
Núbia Onara
Isso :
by Núbia Onara 22:32 No comments | in

0 Deixe aqui seu comentário:

Postar um comentário

Pesquise no blog