As delícias {e as lutas} de ser uma cristã solteira neste mundo

07 maio 2014

Vou confessar algo. Não é segredo que a inspiração sobre essa cronologia bíblica veio quando eu meditava sobre a vida amorosa de José. Então, desde que comecei a escrever lá no comecinho sobre Adão, minha cabeça sempre está percorrendo a Bíblia tentando imaginar o que Deus irá revelar sobre cada personagem.

Eu ainda estava em Isaque quando pensei sobre Labão. Fiquei aqui matutando com meus botões “Meu Deus, o que esse homem tem para nos ensinar? Eu particularmente não vejo nada de bom nele...”.  E de fato, ele não tem. Busquei estudos sobre ele e ontem enquanto lia algumas situações que Jacó viveu com o sogro, enxerguei a lição claramente. Logo me veio à memória situações que algumas amigas vivenciaram e vi que existe muito Labão por aí. É um tipo de gente que infelizmente existe também no meio da Igreja. 
São os APROVEITADORES.

Labão era um aproveitador de marca maior! Não valia o pão que comia. E o que ele nos alerta é exatamente sobre isso: ter cuidado com o homem  aproveitador. Suas características são: 

# Se aproveita da sua ingenuidade e amor:E aconteceu que pela manhã, viu que era Lia; pelo que disse a Labão: Por que me fizeste isso? Não te tenho servido por Raquel? Por que então me enganaste?” Gn 29.25

# Se aproveita da sua fé: Então lhe disse Labão: Se agora tenho achado graça em teus olhos, fica comigo. Tenho experimentado que o Senhor me abençoou por amor de ti.” Gn 30.27

# Se aproveita do seu bom caráter e dedicação: Tenho estado agora vinte anos na tua casa; catorze anos te servi por tuas duas filhas, e seis anos por teu rebanho; mas o meu salário tens mudado dez vezes.” Gn 31.41

E cuidado. Eles sempre são pessoas gentis e de lábios doces. Lembra como Labão recebeu Jacó em sua casa? Duvido que com tão calorosa recepção Jacó imaginasse que estava diante de homem que só pensava em seus próprios interesses: “E aconteceu que, ouvindo Labão as novas de Jacó, filho de sua irmã, correu-lhe ao encontro, e abraçou-o, e beijou-o, e levou-o à sua casa.” Gn 29.13

Não para por aí não. Para mascarar a índole enganadora eles sempre fazem propostas justas: “Depois disse Labão a Jacó: Porque tu és meu irmão, hás de servir-me de graça? Declara-me qual será o teu salário.” Gn 29.15

E sabe o que é o pior? Ainda tenta fazer com que você seja a mazinha da história. Porque depois que ele viu que Jacó foi embora, ou seja,  galinha dos ovos de ouro dele, ficou tão, mais tão furioso que as intenções dele não eram boas, de tal forma que o próprio Deus interferiu: “Veio, porém, Deus a Labão, o arameu, em sonhos, de noite, e disse-lhe: Guarda-te, que não fales com Jacó nem bem nem mal.” Gn 31.24
E sabe como ele agiu no outro dia? Posou de bom moço. Tentando convencer a todos que estava triste porque Jacó foi embora e não deu oportunidade dele se despedir com beijos e festa. Que cara de pau!
Mas Jacó era um homem de Deus. E quando Labão vinha com o milho ele já estava voltando com o cuscuz!
Se o Deus de meu pai, o Deus de Abraão e o temor de Isaque não fora comigo, por certo me despedirias agora vazio. Deus atendeu à minha aflição, e ao trabalho das minhas mãos, e repreendeu-te ontem à noite.” Gn 31.42

Pronto! Desmascarado. A única saída que ele teve foi fazer um acordo e sumir! Depois desse episódio não se lê mais sobre o nome desse sujeito (graças a Deus).

Meninas, tenhamos cuidado com os “Labões” que estão à espreita por aí. Às vezes no afã de querer agradar e até de não ter maus olhos vocês até percebem umas atitudes estranhas, mas relevam.
Posso jogar as cartas na mesa? Fiquem atentas:

# Quando seu namorado pede dinheiro emprestado ou seu cartão ou seu cheque ou seu nome;

# Quando ele sugestiona que você minta sobre algo;

# Sempre está na dependência, principalmente financeira, de alguém e não esboça nenhuma vontade de sair daquela situação (tem sempre uma desculpa);

# Fica te enrolando.

Eu tenho certeza que enquanto você lia esse post se lembrou de um caso que ouviu ou de uma amiga que viveu ou está vivendo isso ou você está vivendo isso - está interessada quem sabe até namorando ou noiva de uma “Labão”. Na boa, se eu fosse você partia a mil sem olhar pra trás que nem fez Jacó. Você não merece isso.  Aja a fé e saia desse relacionamento explorador. Quanto às demais, olho vivo.


Com amor e fé em Cristo,

Núbia Onara
Isso :

0 Deixe aqui seu comentário:

Postar um comentário

Pesquise no blog