As delícias {e as lutas} de ser uma cristã solteira neste mundo

13 julho 2014

Quinta-feira, na Terapia do Amor, Cris falou algo sobre ter palavra que mexeu comigo profundamente. "Sua palavra é quem você é". Na hora me venho à mente varias “raposinhas” que estavam minando quem eu era, porque eu estava faltando com a palavra em coisas corriqueiras do meu dia a dia tanto com as pessoas e até mesmo com Deus. Detalhes que pareciam bobagem sem importância, mas naquele momento eu vi que não.

Antes da palestra o bispo Renato orientou que pedíssemos a Deus que arrancasse de nós aquilo que nos atrapalhava e eu me lembro que pedi a Ele que se fosse algo que apenas eu pudesse arrancar, então que me mostrasse, que me fizesse entender o que era e o que fazer pra dar um fim nessa raiz ruim e olha só o que Ele me mostrou: a minha palavra!


Na manhã seguinte, enquanto tomava o café, voltei a meditar no que tinha ouvido, aí Deus me fez lembrar de situações com minhas amigas, às vezes coisas simples que elas me cobravam do tipo de marcar pra sair e eu adiava em sua maioria por um motivo justo, mas isso sempre me rendia um adjetivo: o de enrolada (!!!). Deus então começou a puxar pela minha memória vários compromissos deixados para trás, tanto comigo, como com os outros (até vocês aqui no blog padecem com essa falta de palavra da minha parte) e até com Ele.

Aí eu tive a cara de pau ainda de perguntar a Deus, porque Ele então sempre compreendia as minhas faltas e sabem o que Ele me respondeu?  Quando você me promete algo e de repente não cumpre, ou começa algo e não conclui, ou deixa pra depois o que é prioridade, isso não mostra quem Eu sou e sim quem você é! Diz respeito a você... e só você pode mudar isso.

Incrível como você só vai conseguir confrontar um problema quando você realmente entende a essência dele. Você até pode ficar incomodada com certas coisas em si mesma, até tentar mudar, mas se não refletir sobre o que realmente ele significa, já era. Serão uma série de tentativas frustradas de mudar. Enquanto falava com Deus entendi porque das outras vezes eu não consegui mudar, porque mesmo me incomodando sobre esse aspecto em mim, eu não tinha a noção do que essa falta significava. É como se você mesma se fizesse uma auto sabotagem.

E o que fazer agora? Reiniciar! Voltar o caminho só que dessa vez vigiando para não se permitir falhar no que você fala.

"Melhor é que não votes do que votares e não cumprires." Eclesiastes 5.5

E isso refere-se a tudo, não somente a Deus diretamente. Muitas vezes, no afã de querer dar conta de tudo a gente sai se prometendo fazer isso, prometendo para os outros fazer aquilo e até Deus entra nessa mania. E aí nos enrolamos toda!

Então, a regra sempre é:


"Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna." Mateus 5.37

E lembre-se sempre: Sua palavra é quem você é!

OBS: se você quiser registrar nos comentários, sobre alguma vez que você esperou o que eu tinha prometido e não cumpri e como você ficou, pode mandar ver... vou ler e responder (não me justificar).

Com amor e fé em Cristo,

Núbia Onara





Isso :
by Núbia Onara 00:26 2 comments

2 comentários:

  1. Oi Núbia, gosto muito do seu blog e muitas vezes as mensagens que leio são como respostas, coincidem exatamente com o que estou passando ou me fazem lembrar de algo que já passei, comecei a ler solteira e hoje já estou namorando mas continuo por aqui(risos).. Enfim, estou naquele momento de pré vestibular, tendo de estudar muito e várias vezes deixei de ir aos cultos, adiei e evitei sair com meus amigos pra estudar.. e muitas vezes me via fazendo promessas, promessas que me "consolavam":
    - "se eu conseguir realizar isso, eu faço isso.. Se eu passar em tal coisa, faço isso!" e foi virando um costume...
    - " Se o Senhor me abençoar em tal coisa, eu faço isso como agradecimento (sei que devemos dar graças em todas as circunstâncias, mas isso me servia como um "comprovante" de que conseguiria.)
    "A partir de amanhã vou começar tal projeto..." E esse amanhã nunca chegava... Minha palavras na maioria das vezes não valiam atitudes, eram só palavras. Promessas, planos, prioridades que eu ia adiando, esquecendo, ignorando. Até que Deus chamou a minha atenção:
    " Quando você fizer um voto, cumpra-o sem demora, pois os tolos desagradam a Deus; cumpra o seu voto. É melhor não fazer voto do que fazer e não cumprir.
    Não permita que a sua boca o faça pecar. E não diga ao mensageiro de Deus: "O meu voto foi um engano". Por que irritar a Deus com o que você diz e deixá-lo destruir o que você realizou?
    Em meio a tantos sonhos, absurdos e conversas inúteis, tenha temor de Deus."
    (Eclesiastes 5:4-7)
    sabe aquele balde de água fria? Eu estava precisando.
    Reconhecer e corrigir os erros aproxima mais de Deus e nos torna pessoas melhores, filhos mais obedientes, e como diz no texto: tementes.
    Isso aconteceu a um tempo atrás, mas ainda hoje preciso tomar o máximo de cuidado, manter firme a minha palavra pra que através dela eu possa agradar a Deus e não o contrário.
    Ps: ahhhh, e hoje ao invés de dizer: "se eu conseguir isso, faço isso como agradecimento" eu digo: "Senhor, se eu conseguir ou não te oferecerei isso" (as minhas ofertas são muitas vezes o meu melhor em alguma área, uma oferta na minha igreja, sempre algo que está ao meu alcance, que ajuda os outros e ao mesmo tempo me tira da zona de conforto, e sempre a mais beneficiada sou eu!
    E como sempre digo: DEUS É LINDO !!
    bju :)

    ResponderExcluir
  2. Ana Lucia Rodrigues18 de julho de 2014 04:05

    é Núbia nesse quesito estou precisando mudar também,alias em vários quesitos...fiz tentativas mas como você colocou no post....é preciso refletir e ir na raiz.

    ResponderExcluir

Pesquise no blog